Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Unidade de Citrus colabora na multiplicação de conhecimento na Região Norte 2013 Fevereiro EMATER e Banco do Brasil firmam parceria para construção de 10 mil casas
26/02/2013 - 14h07m

EMATER e Banco do Brasil firmam parceria para construção de 10 mil casas

O acordo de cooperação, o Banco do Brasil financiará a construção do imóvel, através do Programa Minha Casa Minha Vida e a EMATER será responsável pela construção do projeto técnico e de desenvolvimento das famílias.

EMATER e Banco do Brasil firmam parceria para construção de 10 mil casas

Parceria foi confirmada pelo governador Teotonio Vilela Filho (Foto: LN)

 

Por Lírida Nerys

O governador Teotonio Vilela Filho assinou na manhã desta terça-feira (26), durante o Seminário Desenvolvimento do Sertão, que aconteceu na Câmara Municipal de Santana do Ipanema, o termo de cooperação com o Banco do Brasil para o desenvolvimento do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) no Semiárido alagoano. A meta do programa é construir 10 mil casas em toda região até dezembro 2013.

Conforme o acordo de cooperação, o Banco do Brasil financiará a construção do imóvel, através do Programa Minha Casa Minha Vida e o Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (EMATER) será responsável pela construção do projeto técnico e de desenvolvimento das famílias selecionadas. Para essa nova missão a EMATER identificará os agricultores familiares que se enquadram no programa.

Para Teotonio Vilela Filho o seminário mostrou para as lideranças rurais e políticas da região que existem projetos de médio e longo prazo que objetivam o desenvolvimento dos municípios do Sertão, ações que estão nas diversas esferas do governo. “A interligação do Banco do Brasil com a EMATER vai proporcionar desenvolvimento produtivo e diminuir o déficit habitacional da região. A maior seca dos últimos cem anos, não é pior, porque os governos Federal e Estadual estão presentes”, frisou o governador de Alagoas.

Segundo Iza Toledo, chefe de gabinete da EMATER, a atuação do órgão de Assistência Técnica Estadual não se restringirá ao projeto social das unidades habitacionais, contemplará ainda a estrutura física do imóvel. “Estamos definindo uma equipe técnica para conduzir as ações do PNHR e já procuramos a Fetag, que tem experiência com o projeto, para debatermos um modelo de trabalho. O desenvolvimento do agricultor familiar é nosso objetivo”, reforçou a representante da presidência da EMATER.

Durante o anuncio do termo de cooperação, o gerente de negócios do Banco do Brasil, Ednaldo Barbosa, enalteceu a iniciativa do governo de Alagoas na reestruturação da EMATER, destacando ainda o papel social transformador da instituição pública de extensão rural. “Ninguém faz extensão rural como a EMATER, é ela que leva a tecnologia para o campo e o crescimento do meio rural, por isso precisamos desse apoio. Nada melhor do que a extensão rural para identificar o público alvo”, afirmou o representante do banco.  

No período da tarde, técnicos da EMATER, Banco do Brasil, lideranças rurais e secretários municipais de agricultura, se reuniram para discutir a implantação do projeto e os critérios de enquadramento do agricultor.   O público alvo desta nova parceria serão trabalhadores rurais qualificados no Grupo 1, ou seja, produtores e trabalhadores familiares cuja renda familiar anual bruta não ultrapasse R$ 15.000,00 (quinze mil reais), e que possuam a Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP),  comprovação de enquadramento do agricultor como pequeno produtor. 

Ações do documento

banner_ASBRAER_pesquisa_interna.jpg

PARCEIROS

Embrapa

Banco do Nordeste